fbpx
aprender frances

A origem dos nomes de algumas comidas francesas

A gastronomia francesa é um atrativo turístico além dos monumentos, da arquitetura, da rica história do seu povo e da beleza indescritível. Quem visita o país se depara com experiências únicas. São diversos pratos famosos pelo mundo e alguns mais característicos em determinadas regiões, mas você sabe como surgiram os nomes de tantas comidas apetitosas? O vocabulário gastronômico francês é muito amplo e com derivações variadas. Confira a história de alguns dos clássicos da culinária francesa: 

 

Croquette

Do verbo croquer, que em francês significa mastigar ou morder, o croquette deriva do verbo por ter uma casquinha bem crocante, que sonoramente combina com o ato de mastigar e sentir o alimento “estalar na boca”. É servido frito e o recheio pode variar bastante, desde batatas com queijo até carnes.

 

Soufflé

A massa aerada, tem a ver com o termo francês souffler, ou seja, soprar, respirar. A textura leve depende de como a clara em neve é preparada, que deve ser muito bem batida para que não perca o ar ao sair do forno, e assim acabe murchando. O suflê, como é chamado no Brasil, pode ser comido doce ou salgado.

 

Canapé

A palavra, em sua origem, remete a uma peça de mobiliário, o sofá, da época do rei Luís XIV. Já o tira-gosto canapé, que é em uma pequena fatia de pão ou torrada onde se coloca alguma iguaria, derivou desse termo por ser pequeno e não necessariamente ter de ser comido à mesa, mas sim na sala de estar. 

 

Quiche aux Champignons

A palavra vem do alemão küchen, que significa bolo ou torta. Surgiu na França no século XVI, na cidade de Nancy. Já o champignon é um tipo de cogumelo bem presente em território francês. O champignon de Paris, por exemplo, é o mais consumido no mundo e bem popular no Brasil.

Croissant

Do francês, croissant quer dizer crescente, e o formato do pão é em meia-lua. O croissant é o queridinho das boulangeries, famoso pela sua massa folhada e amanteigada, que desmancha na boca. A rainha Maria Antonieta foi quem introduziu essa delícia na França, que é originalmente de Viena, também sua terra natal. 

 

Mousse

Bem leve, assim como o soufflé, mousse significa espuma em francês, e sua consistência é mesmo bem parecida, tanto que é conhecida como “sabor da nuvem”. Pode ser preparada doce ou salgada e também usada como complemento em alguns pratos.


Fondue

Somente o nome é francês, pois o prato é tipicamente suíço. Normalmente é feito de queijo derretido, que antigamente era colocado e fundido em grandes quantidades em um caldeirão. Quando os franceses decidiram aproveitar a ideia de banhar pães em queijos quentes, veio o nome fondu, ou seja, fundido em francês.


Crème brulée

O símbolo do doce é a sua crosta de açúcar, que permanece por cima do creme e é queimada com um maçarico para que fique dourada e crocante. O nome tem sua origem dessa etapa, que quer dizer creme queimado em francês.


Petit-gâteau

Na França, é conhecido como moelleux au chocolat, mas petit-gâteau, significa “pequeno bolo” em francês. Já a origem da receita é americana e é servido com um sorvete.


Baguette

No francês se traduz como pão fino e comprido. Deriva da palavra italiana bacchetta, ou seja, bastão ou vareta. O formato longo e fino desse pão, que pode atingir até 60 centímetros, e é um dos mais procurados na França. Muitas pessoas caminham pelas ruas do país com uma baguette debaixo dos braços e uma garrafa de vinho para o jantar.


Très curieux! Quais dessas delícias você adora? Escreva em francês aqui nos comentários!


Bisous!


Elisa

Elisa Fingermann

Elisa Fingermann

Professora

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 35.011.297/0001-75 | AVEC ELISA CURSO DE IDIOMAS | R: MEDEIROS DE ALBUQUERQUE, 55
Email: elisa@avecelisa.com.br

Domine os
sons do francês!

Preencha os campos abaixo para receber uma aula exclusiva!

Não enviaremos SPAM :)