Curiosidades sobre Yves Saint Laurent

Yves Henri Donat Mathieu-Saint Laurent foi um dos mais renomados estilistas franceses e deixou um enorme legado que ocupa posição de destaque na história da moda. Com dois museus dedicados às suas criações – um em Paris e outro em Marrakech – e dois filmes sobre sua biografia, Saint Laurent, é uma figura admirada pelos franceses.

 

Saint Laurent era filho do presidente de uma companhia de seguros e o seu gosto pela moda lhe foi despertado pela mãe. Aos 17 anos, deixou a casa dos pais para trabalhar com o estilista Christian Dior, de quem herdou o controle criativo da casa Dior. Após a morte de seu mentor em 1957, com apenas 21 anos de idade, assumiu o desafio de salvar o negócio da ruína financeira. Em 1962 saiu da Dior e em conjunto com Pierre Bergé fundou sua própria marca, Yves Saint Laurent. O casal se separaria afetivamente em 1976 mas continuariam parceiros de negócios por mais de trinta anos. Veja algumas outras curiosidades sobre a vida do estilista:

*Yves Saint Laurent não nasceu na França. Apesar de ser mais conhecido pela sua vida em solo francês, o estilista nasceu em Orã, na Argélia, no dia 1º de agosto de 1936. Sua família é francesa, mas em 1870 se mudou para o país africano, que na época era uma colônia da França. Faleceu em 1º de junho de 2008 na capital francesa.


*Lutou na guerra da Argélia. Em 1960, quando já era o estilista da Dior, Yves Saint Laurent foi convocado para servir na guerra de independência da Argélia. Nesta época viveu situações que lhe provocaram traumas dos quais nunca teria se recuperado.


*Criou modelos icônicos. O legado Saint Laurent é marcado pela criação de modelos que entraram para a história, com a substituição da cintura marcada pelo vestido evasê e o tubinho Mondrian e sua criação mais célebre, o smoking feminino.


*Não assistia a desfiles de outras marcas. Até janeiro de 2001, um ano antes de sua aposentadoria, Saint Laurent nunca havia assistido a nenhum desfile que não fosse seu. O hábito foi quebrado quando compareceu ao desfile de Hedi Slimane, que trabalhava para a Dior. Essa atitude causou desconforto, pois a Dior pertencia a um grupo concorrente ao que havia acabado de comprar a sua própria marca.


 *Tinha uma forte relação com o Marrocos. Naturalizado francês, Saint Laurent desenvolveu também uma forte relação com o Marrocos. Passou boa parte da vida entre Paris e Marrakech, que era um escape da vida atribulada que levava na capital europeia. Sobre o país, o estilista disse certa vez: “No Marrocos, descobri uma variedade de cores em mosaicos, pinturas e nas roupas locais. Devo a este país a ousadia do meu trabalho. Às suas audaciosas combinações”.


Quantas curiosidades! Caso Saint Laurent estivesse vivo e você pudesse escolher alguma roupa para o estilista criar, qual modelo seria? Escreva em francês aqui nos comentários!


Bisous!


Elisa

 

Gostou?
Divida isso com o mundo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google
Share on telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 26.240.088/0001-02 | Rua Medeiros de Albuquerque, 55

Domine os sons do francês!

Preencha os campos abaixo para receber uma aula exclusiva!