fbpx

Quais as casas de escritores franceses abertas para visitação?

A literatura francesa é uma das mais influentes e respeitadas do mundo. No país, a literatura começou ainda na Idade Média, com poemas enaltecendo ações heróicas das pessoas que lutavam pela religião, e passou por diversas fases nos séculos seguintes. O Renascimento trouxe o novo conceito de humanismo; o Iluminismo foi marcado por destacar a razão nas obras e o Romantismo rejeitava a falta de subjetividade nos textos. Os movimentos além da literatura inseriram uma visão de mundo e de estilo em cada época.

 

Os escritores franceses marcaram a história da literatura. Os grandes clássicos até hoje são indispensáveis nas prateleiras das bibliotecas, nas mãos dos apaixonados por leitura e em nosso imaginário. Por isso, diversas casas de escritores famosos como Alexandre Dumas, Balzac e Victor Hugo, se tornaram roteiros turísticos na França. Nesses passeios você vai identificar o estilo de vida dos escritores e o que tanto influenciaram em suas obras.

 

Veja algumas das maisons des écrivains que estão abertas para visitação e já programe a sua viagem!

 

ÉMILE ZOLA

Se no seu roteiro estiver visitar o vilarejo de Médan, aproveite e conheça a casa em que Émile Zola viveu uma rotina pacata de 1878 a 1902. O local foi comprado com o sucesso de vendas de seu romance L’Assommoir e foi onde ela escreveu outros romances.

ALEXANDRE DUMAS

O palácio suntuoso e cheio de ostentação em uma colina foi residência do escritor. Ele comprou em 1846, e a inspiração foi o Château do Conde de Monte Cristo, um de seus personagens mais famosos. Três anos depois da compra, o escritor estava cheio de dívidas e foi forçado a vender a casa.


STÉPHANE MALLARMÉ

Nascido em 1842, o poeta entrou para a história como um dos nomes da renovação poética do século XIX. O seu ganha pão era como professor de inglês, mas a poesia era a sua paixão. Atualmente a sua casa às margens do Rio Sena se tornou um museu. Também tinha outra casa na rue de Rome, nº 17 arrondissement de Paris.


BALZAC

Além da sua atividade como escritor, ele passou um tempo foragido de credores sob o pseudônimo Mr. Breugnol. Por sete anos ele usou essa estratégia, enquanto morava na casa nº 16 arrondissement com vista para a Torre Eiffel.


JEAN JACQUES ROUSSEAU

Vindo de Genebra, na Suíça, o filósofos e escritor Jean Jacques Rousseau se estabeleceu em Paris. Em 1757 se mudou novamente para Petit Mont-Louis, apelido para a sua residência em Val d’Oise. Fugiu da metrópole atrás de tranquilidade para escrever. Cinco anos mais tarde, em 1762, ele saiu de lá com a sua obra mais famosa publicada: O Contrato Social.


Interessante, não é? Agora que você já sabe quais escritores têm as suas casas como pontos turísticos, escreva em francês nos comentários, qual desses lugares mais te interessou e o motivo. Vamos lá? Alors c’est parti!


Bisous,


Elisa

 

Gostou?
Divida isso com o mundo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google
Share on telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 26.240.088/0001-02 | Rua Medeiros de Albuquerque, 55

Scroll Up

Domine os sons do francês!

Preencha os campos abaixo para receber uma aula exclusiva!