Quais as profissões em alta na França?

Nos últimos dias postei aqui no Blog Avec Elisa, um texto sobre as melhores cidades na França para se morar, mas outro detalhe importante nesse processo de mudança é saber quais áreas profissionais mais recrutam no país. Muitas pessoas sonham em sair de seus países e ir tentar a vida na Europa. A França é um dos lugares que mais recebe estrangeiros no mundo. 

 

O salário mínimo na França em 2019 é de 1.521,22€ bruto por mês, porém muitas profissões pagam mais do que isso chegando ao médio de 2.157,17€ mensal. Qualificação e experiência são bastante exigidas. A França é muito conhecida pela sua excelência dos estudos, ter um diploma francês abre muitas possibilidades, mas diplomas de outros países também são reconhecidos no país.

 

As profissões mais bem pagas na França:

 

Assessor Administrativo

Faz parte do conselho de administração e decide sobre as orientações estratégicas da empresa. Com grande responsabilidade, esse cargo rende por volta de 225.000€ líquido por ano.

 

Médico

O salário depende de cada especialidade. Um clínico geral, por exemplo, ganha uma média 120.000€ por ano.

 

Especialista em finanças e negociação de ações

Para esta profissão, a remuneração é feita através de um salário fixo mais comissões. Em média, eles recebem 115.000€ por ano.

 

Servidor Público

Abrange diferentes posições e responsabilidades. Em média, os cargos mais concorridos ganham 103.000€ por ano.

 

Piloto de avião

Os salários dependem das companhias aéreas, mas por exemplo, na Air France, o salário médio é de 88.000€ por ano.

 

Especialista financeiro

Os consultores financeiros acompanham as empresas na tomada de decisões. Em média, recebem um salário de 75.000€ por ano.

 

Advogado

Advogado é outra das profissões mais bem pagas na França. Precisa estudar muito, porém recebem em média um salário de 75.000€ por ano.

 

Já as profissões mais bem pagas na França que não precisam de um diploma de nível superior são:

 

Encanador: 2.500€;

Mecânico: 2.300€;

Gari: 2.300€;

Motorista de caminhão: 2.200€;

Metalúrgico / Serralheiro: 2.200€;

Operador de telemarketing: 1.900€;

Açougueiro: 1.900€;

Carpinteiro: 1.900€;

Assistente de vendas: 1.800€. 

Profissionais que estão em falta no país:


Profissionais ligados à construção civil;

Cuidadores de idosos;

Assistante maternelle;

Profissionais no setor de Turismo;

Setor de informática;

Cozinheiro;

Garçom e Garçonete;

Setor de Limpeza;

Engenheiros.


Como validar o diploma na França?


Na França não existe o princípio jurídico de equivalência de diplomas. Então, o primeiro passo que você deve fazer é verificar se sua profissão é regulamentada no país. Caso sua profissão esteja na lista, você poderá ver todos os procedimentos específicos que deve fazer para poder exercer sua profissão por lá.


Em alguns casos a tradução juramentada do seu diploma já será suficiente. Isso depende da sua profissão, do seu currículo e claro do seu empregador. Caso para o seu empregador a tradução não for suficiente, então você pode pedir um atestado de comparabilidade para um diploma estrangeiro. Esse documento avalia o seu diploma e o compara ao sistema francês. Esse atestado é obtido através do centro ENIC-NARIC e custa 70 euros.


Visto


Caso não tenha uma cidadania europeia, você precisará de um visto que permita trabalhar na França. Para solicitar o visto de trabalho, é necessário ter um contrato de trabalho. O visto é pedido no Consulado da França no Brasil e os documentos necessários são:


– Passaporte com 1 ano de validade e cópias das páginas com dados pessoais;

– 2 fotos 3×4 recentes e com fundo branco;

– Comprovante de residência no Brasil;

– Formulário devidamente preenchido e assinado (legível e sem rasuras);

– Carta de Contrato (horas de trabalho, salário, benefícios e duração);

– Cópia do último diploma;

– Comprovante Financeiro (este é solicitado em caso de empregos não remunerados ou que o salário seja abaixo da média estipulada pela Embaixada, que é de 615 euros mensais);

– Comprovante de Residência na França (residência oferecida pela empresa, aluguel de casa ou carta convite de responsabilidade de alojamento, comprovante de residência do responsável e cópia da identidade);

– Seguro de viagem internacional 


Se você não possui nenhuma das profissões acima, não se preocupe. Há diversas vagas de emprego na França e você pode também se abrir para novas possibilidades. E qual é a sua profissão? Escreva em francês aqui nos comentários!


Bisous!


Elisa

Gostou?
Divida isso com o mundo!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google
Share on telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 26.240.088/0001-02 | Rua Medeiros de Albuquerque, 55

Domine os sons do francês!

Preencha os campos abaixo para receber uma aula exclusiva!