aprender frances

Artistas Plásticos: venha assistir filme sobre grandes artistas franceses

artistas plásticos

Diversos artistas plásticos tiveram a França como o seu local de origem. Seja nascendo no país ou começando a sua carreira por lá. Geralmente isso acontece porque a França é referência mundial na arte e cultura. Além disso, é considerada o verdadeiro reduto artístico para admiradores, artistas, escritores e poetas. Corbusier, Victor Hugo, Marguerite Duras entre outros foram grandes nomes que fizeram história.

 

Muitos tiveram histórias tristes e comoventes, enquanto outros foram mais felizes em vida. Por causa disso, não é estranho que muitos cineastas se interessem em suas histórias e pensem em produzir filmes sobre a vida desses artistas. Afinal, quem não gostaria de saber mais sobre a vida de Camille Claudel ou então de Renoir?

 

Pensando nisso, resolvi separar alguns filmes inspirados em grandes nomes da arte francesa. Que tal ver essa lista junto comigo?

 

Camille Claudel

 

O poder de enfrentamento que Camille Claudel teve em sua época, devido ao machismo que sofria, fez com que se tornasse uma figura admirada. Suas esculturas com traços inovadores para o período deixaram seu nome marcado nas artes, porém o reconhecimento se deu somente depois de sua morte. Camille manteve um relacionamento conturbado com o também escultor Rodin, que foi seu mentor, e passou seus últimos dias em um hospício, depois de resistir 30 anos confinada. Sua história dramática é interpretada por Juliette Binoche no longa Camille Claudel 1915:

Paul Cézanne e Émile Zola

 

Contando a história de amizade e rivalidade entre o pintor Paul Cézanne e o escritor Émile Zola, o filme Cézanne et moi se detém nesta relação entre dois artistas com muitas diferenças, inclusive no sentido financeiro, uma vez que Paul era rico, e Émile pobre. Os dois estudaram juntos e desenvolveram seus talentos com o passar do tempo.

Paul Gauguin

 

O exílio de Gauguin no Taiti foi um ponto culminante na trajetória do pintor, que se encantou ao retratar o povo polinésio em seus quadros. Longe do padrão europeu, ele encontrou a liberdade de traço e de cor que precisava para potencializar seu trabalho, e lá também conheceu Tehura, sua esposa. Os desafios de se manter em um lugar afastado de sua realidade, também fizeram com que ficasse frente a frente com doenças, com a pobreza, e a própria solidão.

Auguste Renoir

 

Os últimos anos de Pierre-Auguste Renoir servem como roteiro do filme que se passa durante a primeira guerra mundial. Na trama, o impressionista vive uma relação conturbada com o filho, já que a modelo que Renoir usava em seus últimos quadros, Andrée, acaba virando objeto de desejo de seu filho. O cenário do longa, filmado no Sul da França. 

Se você ficou com interesse de saber mais sobre Camille, convido a ler um texto que fiz dias atrás sobre o enorme legado da pintora Camille Claudel. Se você gostou do texto, me diga: já tinha escutado falar desses pintores? Ou melhor, já havia assistido aos filmes? Lembre-se de deixar o seu comentário aqui no post!

Quer ir além no aprendizado?
 

Me siga no Instagram e YouTube para ficar por dentro de vários conteúdos incríveis sobre a língua, cultura e literatura francesa!

 

 

À la prochaine,

Elisa.

Elisa Fingermann

Elisa Fingermann

Professora

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 35.011.297/0001-75 | AVEC ELISA CURSO DE IDIOMAS | R: MEDEIROS DE ALBUQUERQUE, 55
Email: [email protected]