aprender frances

Curiosidades francesas: quais os bairros descolados da França?

bairros descolados na França

Todo país tem os seus bairros descolados e a França não fica atrás quando pensamos nisso. Afinal, a França é um dos países mais visitados da Europa e os franceses estão acostumados com o grande número de turistas em todas as temporadas do ano. A verdade é que se você quer fugir dos principais pontos turísticos de Paris essa lista pode ajudar. Confira três bairros descolados que atraem a atenção de visitantes, mas não ficam tão lotados.

 

Le Marais

 

Um dos bairros mais frequentados pela juventude universitária francesa, fica entre o Haute Marais e o Le Marais. Além do Centre Pompidou, um dos maiores museus da cidade, o bairro é repleto de galerias de arte e lojinhas. Não deixe de visitar a Place des Vogues, uma das mais antigas da capital cercada de prédios da metrópole.

 

Belleville

 

Por muitos anos esse bairro foi associado aos imigrantes e operários de Paris. A sua imagem era negativa por parte dos parisienses. Foi nesse bairro, que a cantora Édith Piaf nasceu. O bairro foi revitalizado por jovens e artistas ganhando um toque multicultural. Atualmente quem visita as ruas de Belleville encontra grafites nas paredes e galerias de arte. Coloque na lista uma visita ao parque Belleville que tem uma vista incrível da cidade e bastante área verde.

 

Canal Saint-Martin

 

O Canal Saint-Martin fica no 10°Arrondissement e é um dos lugares mais descolados em Paris. Diferente de outros lugares da capital, por lá você não irá encontrar atrações turísticas e monumentos. Vale a pena passar pelo menos algumas horas andando pelas margens do canal que cruza o bairro ou fazendo o percurso de bicicleta pelas ciclovias que são abertas aos domingos.  

bairros descolados na França
O que mais é importante você saber sobre os bairros e as regiões de Paris?

 

1) Os bairros de Paris não têm nome, apenas números – de 1 a 20. Quanto menor o número, mais central é o bairro.

 

2) Saint Germain, Quartier Latin, Marais, Montmartre entre outros são nomes dados a algumas regiões, que podem englobar mais do que um bairro.

 

3) Se você ficar hospedado em um bairro central, você poderá fazer quase tudo a pé. Além da praticidade e da economia com transporte, andar a pé a maneira mais gostosa de conhecer a cidade.

 

4) Ficar hospedado perto da Torre Eiffel não é ruim, mas não é a melhor opção. Existem outras regiões bem mais centrais. Muitos hotéis vendem a proximidade à torre como uma vantagem, mas é uma pegadinha para os turistas.

 

5) Os grandes hotéis de rede ficam localizados nas extremidades da cidade. Geralmente, as agências de viagem indicam esses hotéis para os clientes justamente porque são hotéis de redes. A localização quase sempre é muito ruim (não é perigoso, apenas distante e pouco simpático). Se o seu hotel fica perto de uma porta (ex.: porte de La Chapelle, Porte Maillot entre outros), você não estará bem localizado.

 

6) Não se hospede perto do aeroporto! É muito longe, não muito agradável, vai gastar muito tempo e muito dinheiro com o transporte. 

 

O que achou das dicas? Escreva aqui nos comentários quais bairros descolados conheceu ou pretende visitar na França?

 

Quer ir além no aprendizado?

 

Me siga no Instagram e YouTube para ficar por dentro de vários conteúdos incríveis sobre a língua, cultura e literatura francesa!

 

À la prochaine,

 

Elisa.

Elisa Fingermann

Elisa Fingermann

Professora

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Todos os direitos reservados em 2019 para Avec Elisa.

CNPJ: 35.011.297/0001-75 | AVEC ELISA CURSO DE IDIOMAS | R: MEDEIROS DE ALBUQUERQUE, 55
Email: [email protected]